sábado, 28 de agosto de 2010

Capítulo 3 - As minhas férias

Capítulo 3 – A nossa noite

Tontos e sem grande direcção chegámos ao meu quarto. Abri a porta e entrámos, caminhei em direcção á janela e comecei a tirar a roupa.
Jake fez o mesmo que eu, tirou a roupa ficando apenas de roupa interior. Jacob caminhou para mim e agarrou-me.
Deitámo-nos em cima da cama, eu e ele. Fiquei sentada em cima da sua anca, Jake levantou-se um pouco e beijou o meu pescoço.
A minha boca deslizou até á sua explorando cada centímetro da mesma. Jacob era tão quente, mas quente de calor corporal!
A sua boca era igualmente quente e saborosa mas ao mesmo tempo tinha um travo a álcool.
Aquilo estava a saber tão bem…tantos beijos, tantas carícias…tudo estava ser perfeito. Eu até parecia bastante sóbria!
Acordei de manhã com a cabeça e rebentar. Senti que alguém estava na minha cama, virei a cara e vi o Jake.
Lembrava-me muito bem do que tinha acontecido na outra noite, mesmo muito bem. O Jake acordou e olhou para mim.
- Bela roupa interior. – Murmurou o Jacob.
- Deixa que não estás melhor. – Murmurei.
Olhei para as boxers com uns lobinhos. Não sabia o que fazer por isso voltei a deitar-me em cima da cama.
- Preciso de te contar uma coisa. Eu tive a impressão natural por ti. – Disse o Jake.
Coitadinho…ainda está a dormir.
- Deixa Jake. Ainda estás a dormir… - Murmurei com os lençóis até ao pescoço.
O Jake deitou-se na cama á minha frente.
- Não. Ouve aquele lobo que viste na floresta era eu. Eu o Sam e o Paul somos lobos, eles já contaram às tuas amigas porque namoram mas eu achei que te devia contar o que é a impressão natural e o que sou. – Disse o Jake.
O meu coração deixou de bater. Eu estava diante do homem mais maravilhoso do mundo e ele estava a dizer-me que era um lobo?!
Na verdade tornava-se sexy…
- E… o que é a impressão natural? – Perguntei a medo.
Ele sorriu e tapou-se até ao pescoço assim como eu. Ficámos ali deitados a conversar sobre a impressão e ele.
- A impressão é quando um lobo descobre o amor da sua vida. É como se fossem duas almas gémeas. Se não sentes agora amor por mim talvez… - O Jake era realmente alguém para mim.
Jacob causava em mim nervosismo e deixava-me…nervosa. Eu gostava de estar ao pé dele, gostava, agora, do quente do seu corpo.
- Sabes…eu acho que sinto algo. – Murmurei.
Segurei o seu rosto com as minhas mãos e beijei-o mais uma vez. Arrastei o meu corpo até ao seu e ficámos ali tipo conchinha.
O meu mundo tinha mudado. Jake era uma criatura, um lobisomem… mas eu continuava a gostar dele…
- Porque és tão quente? – Perguntei.
- Os lobos são assim…quentes… - Respondeu num murmúrio.
Algo me atraia MUITO em Jacob. Talvez eu o amasse mesmo, a nossa conversa continuou e descobrimos que vivemos em Forks.
Como é que nunca nos vimos? Talvez fosse o destino. Então se fosse estava grata. Porque o destino tinha me guardado um homem maravilhoso.
Fechei os meus olhos e deixei-me estar ali no quente. Voltei á acordar e não vi o Jake na cama, nem a roupa dele no chão do quarto.
Poxa tinha sido um sonho verdadeiramente maravilhoso. Porém eu estava mesmo de roupa interior!
Vesti uma roupa qualquer e desci as escadas a correr, não estava ninguém em casa a não ser o Jacob.
Jacob estava a fazer o pequeno-almoço. Caminhei pela casa e ele veio ao meu encontro, abraçou-me com o corpo quente e grande.
- Nós fizemos…aquilo? – Perguntei.
- Sim, acho que sim. – Respondeu-me o Jacob.
- Eu acordei e não estavas na cama. – Disse eu.
O Jacob sorriu com AQUELE sorriso maravilhoso e sentou-se na cadeira á frente da mesa da cozinha a comer.
- Eu sei e desculpa mas estava esfomeado. – Disse o Jake.
Sentei-me na mesa da cozinha a pensar.
- Então…não foi um sonho. Tu és um lobo e namoramos e… - A minha cabeça estava a rebentar.
- Não te canses. Mas é tudo verdade… - Disse o Jake.
- Também acho melhor… - Murmurei.
Sentei-me ao seu colo e encostei a cabeça no seu ombro maravilhoso. Mais tarde fomos até á floresta e o Jake transformou-se á minha frente.
Aquilo foi diferente de TUDO o que já alguma vez vivi.
Bjs Melissa

Sem comentários: