quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Eu e tu, meu amor - Capítulo 3

Capítulo 3 – Ciúmes
Renesmee


O Jacob deu-me um beijo na cabeça e apertou a minha mão. Não prestei muita atenção ao que eles falavam até porque como o meu pai diz eu sou humana, não me posso aventurar nessas coisas de vampiros.
Uma semana mais passou, Jacob já estava muito melhor e já se conseguia transformar em lobo porém não falava nem com o Paul nem com a Rachel…
Hoje a Leah, filha de Sam, faz anos e claro ele decidiu fazer uma festa e claro com isso tentar que o Paul e o Jacob façam as pazes.
Sentei-me ao pé da Rachel, da Claire, da Leah e da tal Amy numa mesa enquanto o Jacob falava com os rapazes.
A Amy olhou para o Jacob e suspirou.
- Ele é tão giro…será que ele tem namorada? – Perguntou-nos.
Hã? O quê? Mas…eu…o quê? Não esperem, eu não estou em mim. Isto é um universo paralelo!
- Tem, na verdade tem. – Respondi.
- Quem? Tenho a certeza que não é tão gira como eu. – Disse ela com um ar presunçoso.
A Rachel olhou para mim assim como a Leah.
- Sou eu, aliás ele teve a impressão natural por mim. – Respondi o mais calma possível.
Queria deixar bem claro que ele era MEU namorado e que tinha tido a impressão natural por MIM!
O que a excluía de qualquer interesse amoroso! Jacob era MEU e só MEU. Eu sei que posso ser possessiva como estou a ser agora mas eu amo-o muito.
Talvez consiga ama-lo mais do que qualquer outra mulher neste mundo!
- Oh, meu deus…desculpa eu…eu vou sair daqui. – Disse ela em direcção ao Quil.
A Clair não evitou rir-se á gargalhada assim como a Rachel. A Leah apenas tossia a fingir que não estava a conter o riso.
- Não gozem, queria ver se fosse com vocês! – Resmunguei de braços cruzados.
- Desculpa mas eu…bem eu, esquece. Quem quer mais champanhe? – Perguntou a Leah.
- Pensei que isto era sumo…estamos numa festa de miúdo… - Respondi.
A Leah sorriu.
- Mas nós não somos miúdos. – Disse ela em direcção á casa.
A Amy não parava de olhar para o Jacob e isso fazia-me confusão, deixava-me fula e com vontade de lhe arrancar os olhos!
No caminho para casa não disse nada, estava chateada e cheia de ciúmes. Nunca tive ciúmes na minha vida e desta vez bastou aparecer uma bimba armada em boa que eu comecei a duvidar de tudo na minha vida.
- O que se passa meu amor? – Perguntou o Jacob docemente.
- Nada. – Respondi um pouco rude.
Entrámos em casa e sentei-me com cara de má em cima do sofá com a televisão apagada, já era de noite e tinha fome mas como sou um desastre na cozinha mais vale nem fazer comer.
Pode ser que a Amy seja melhor que eu. Os ciúmes e a insegurança estavam a subir-me á cabeça!
O Jacob sentou-se ao meu lado a brincar com o meu cabelo.
- Meu amor. – olhei para ele – O que se passa?
- É a idiota da Amy… - Murmurei.
- Princesa, ficas tão bonita com ciúmes. – Disse o Jacob pegando-me ao colo.
O Jacob deu-me um beijo no pescoço, afastei-o irritada.
- Não tenho ciúmes, e se achas que tenho é porque talvez tenha razões para os ter. – Respondi.
O Jacob levantou-se do sofá comigo ao colo.
- Que razões? Eu só te amo a ti meu amor, e tens de aceitar isso. – Disse o meu namorado carinhosamente.
- Eu aceito… - Murmurei.
O Jacob levou-me até ao quarto e pronto…nem jantámos nem nada. Acordei de manhã mais segura do que queria e que o Jacob me amava ah e com o telemóvel a tocar.
Atendi.
- Quem quer que seja estamos a dormir. – Disse eu.
- É o pai. Meu amor, achas que vocês podem vir ter connosco aqui á floresta? Nós precisamos de falar com vocês e o Jasper quer voltar a ensinar aos lobos como se defenderem de vampiros. – Disse o meu pai.
- Ok papá, lá estaremos. – Respondi.
Bjs Melissa e comentem :D

Sem comentários: