terça-feira, 11 de janeiro de 2011

She Wolf, Capítulo 2


Capítulo 2 - A nova Megan


Visão Megan Cullen Black

Black… Um nome que ecoa na floresta sem parar em nenhum sítio. Odeio ser filha do Jacob Black, o Alpha da alcateia estúpida.
Sentei-me na primeira mesa da escola a ouvir a minha música favorita: Listen – Glee Cast. Odeio ser uma loba, antes era bastante bom mas agora é simplesmente horrível.
Aquele rapaz novo lá na alcateia fazia-me mexer com os meus nervos. Depois das aulas havia uma reunião na floresta com anciãos e alcateia.
Fiquei á frente e ao lado do meu irmão. Os anciãos, incluindo o avô Billy, olharam para nós e pareciam não estar contentes com algo.
- Como sabem nunca nenhuma rapariga foi Alpha nem nunca será. No nascimento dos gémeos Megan foi a segunda gémea a nascer, o que quer dizer que é a mais velha, por isso apenas vamos aceitar o Ryan como o nosso mais recente Alpha. Megan, querida, como sabes os homens, na tribo, são sempre Alphas. Todos nós temos a certeza que davas uma óptima líder mas és uma rapariga… - Disse o meu avô Billy.
Aquelas palavras rasgaram a minha alma aos pedaços. Só por ser uma rapariga não posso liderar esta alcateia? Bem, isto é uma coisa bastante estúpida.
Fiquei sentada á espera que alguém disse-se alguma coisa. Mas nem a minha mãe veio em minha defesa, ela apenas me fez a cara de: “vai ficar tudo bem”.
- Inúteis! – Dei um grito enorme e fui em direcção a casa.
Quando Ryan e Jacob chegaram a casa tentaram falar comigo mas eu, simplesmente, não deixei. Aquela alcateia estúpida só merecia desprezo.
Uma semana passou e aquela alcateia tratava-me como uma menina bebé, coisa que não sou. Por tanto eu tomei uma decisão. Acabou-se a Megan bebé.
No dia seguinte de manhã levantei-me bem cedo e comecei a preparar-me para a escola. Vesti uns calções, calcei umas botas com franjas, cor-de-mel, vesti um top e, por cima, um casaco de fecho á frente.
Alisei os meus cabelos e agarrei na mala para ir tomar o pequeno-almoço e depois ir para a escola. Quando cheguei todos ali presentes ficaram a olhar para mim.
- Bom-dia família. – Sorri-lhes.
- Bom-dia… - A minha mãe nem quase conseguia falar, ela estava bastante assustada com a minha figura.
- Minha… isso não és nada tu. – Disse o Ryan.
Revirei os olhos. O meu pai preferiu não dizer nada, apenas olhou para a comida e ficou a suspirar e, provavelmente, a pensar no meu castigo.
Acabei de comer e saí da mesa.
- Bem, eu vou para a escola. Ryan, vens? – Perguntei.
- S-sim… - Murmurou.
Chegámos á escola. Ryan puxou-me até onde estava o tal rapaz loiro que tinha visto no outro dia. Ryan olhou-me e chamou o tal rapaz.
- Ruben, esta é a minha irmã Megan. Megan, esta é o Ruben, eu sei que não vais conseguir dizer bem o nome dele pois ele é português mas podes chamar-lhe só R., como nós. – Disse o Ryan.
Aquele… Ruben – bolas é difícil dizer o nome dele, até na minha cabeça – parece um rapaz… diferente. Ele tinha tomado a minha atenção de uma forma estranha!
- Olá. – O tal Ruben sorriu-me.
- Olá… - Murmurei enquanto encarava a minha melhor amiga a sorrir-me a apontar para o Ruben.
Saí de ao pé do meu irmão e fui até Melissa, a minha melhor amiga. Melissa ficou a olhar para o que eu envergava, não era normal eu vir assim para a escola, eu sei disso.
- Megan… o que é que te aconteceu? – Perguntou Melissa admirada.
- Nada. Apenas quero sentir-me bonita, ser bonita. – Respondi, tudo fazia lógica.
- Tu és linda, Megan. – Melissa abraçou-me. – Tu não precisas de te transformar assim dessa maneira, mas se queres saber tu estás muito gira amiga. Agora é que vamos arrasar aqui na escola! – Disse a Mel.
- Isso mesmo! – Demos um give me five.
Fomos os dois em direcção á sala de Literatura e passámos mais um dia de aulas chato e aborrecido. Depois disso uma semana passou e as discussões entre mim e Jacob começavam a ser quase todos os dias.
Passei a chamar Jacob ao meu pai pois, para mim, ele já não era mais meu pai. Jacob contestava demais a forma das raparigas serem.
- Nessie, filha, percebe o teu pai, por favor. – Pediu a minha mãe, Renesmee.
- Mãe, eu não o quero perceber. O pa… o Jacob tem de perceber que está a agir mal! – Saí do sofá e fui a correr para a floresta.
Durante isto tudo ainda havia mais uma coisa: eu e Ruben dávamo-nos bastante mal, discutíamos por tudo e por nada!
- Como é que se sabes que não te ganho nenhuma corrida, miúda? – Perguntou Ruben, olhando para mim.
- Vamos fazer uma corrida, então! – Exclamei.
Comecei a correr bastante depressa. Vi que, na forma de lobo, Ruben vinha atrás de mim com uma grande velocidade.
Por fim consegui vencer Ruben. Eu sou um lobo mas quando me magoo as minhas feridas não saram assim tão facilmente, sem querer foi contra uma árvore e feri a minha bochecha.
Fui atrás de uma árvore e vesti uma roupa que ali tinha deixado. Depois disso todos os rapazes da alcateia gozaram comigo por eu me ter magoado!
- Um dia EU vou gozar com VOCÊS. – Disse eu a todos os homens idiotas ali presentes.
Vi que Ruben estava a gozar comigo em conjunto com mais alguns rapazes da alcateia. Naquele momento senti-me… triste, magoada.
No dia seguinte recebi a boa notícia de que a Mel tinha começado a namorar com o Ruben. Todos os primeiros intervalos ela estava a namorar com ele sentados os dois num banco.
E eu? Bem, eu sento-me num banco atrás da escola a ler um livro e a ouvir uma música. Eu não estava feliz por Ruben estar a namorar com a minha melhor amiga, eu sentia-me vazia, frustrada, como sempre me senti.
_____________________

O que acham? Gostaram? Comentem muito ;D
Meninas, obrigada por terem comentado o outro post *-*

Bjs, Melissa

3 comentários:

Danny disse...

ameeeei *--*
beijos Daanny

Jéssica disse...

Concordo com vc, Danny!
Amei tb!
Muito injusto isso, não deixarem-na ser Alpha!
Torço pra q ela consiga!
Bjs, Jess.

Anónimo disse...

Concordo também². Ah, amei ♥

- Caah.