terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Por te Amar, Capítulo 1


Capítulo 1 – A mudança



Visão Renesmee Cullen

Sentei-me calmamente no sofá do meu apartamento. New York é lindo. A cidade que nunca dorme cheia de luzes…
Eu acabei á pouco tempo a Universidade de Arte e Design. Agora, com 24 anos, espero arranjar um emprego em que seja bem sucedida.
Agora, a cada emprego que vou dizem sempre que já têm uma vaga. Em NY parece bastante fácil arranjar trabalho, mas não é!
Também não gosto de viver da mesada que o meu pai me dá todos os meses por isso arranjar um emprego era a cereja no topo do bolo.
A minha família é bastante grande. Sou eu, a minha irmã Rosalie, Alice e Edward. Coitado… Edward é o único rapaz no meio de tantas mulheres.
Liguei a televisão. Estava a dar umas notícias sobre uns criminosos que estavam em NY. O meu telemóvel tocou o que, sinceramente, me assustou.
“ – Olá minha princesa.” – Ouvi a voz do meu pai, o que me deixou muito feliz.
- Olá papá! Tenho saudades… - Respondi.
“ – Renesmee, eu liguei porque a família decidiu que está na hora de voltares para Forks. Afinal eu consegui arranjar um bom emprego para ti, como directora criativa da minha firma. Precisamos sempre de alguém que elabore panfletos, cartazes, sites para a firma e tu és a rapariga perfeita.” – Disse o meu pai.
Por muito que não quisesse sair de NY tinha de ser. No dia seguinte comecei a fazer as malas para me despedir daquela cidade maravilhosa.
Nesse mesmo dia o meu pai andou um avião particular vir buscar-me a NY. Estranho… Nunca pensei que o meu pai tivesse um.
A viagem foi curta e descansada. Bebi uma água e almocei ali no avião. Quando cheguei a Forks tinha a minha família á minha espera.
Só me consegui abraçar a eles e lembrar-me das saudades que me remoíam por dentro. Eles levaram-me para casa dos meus pais.
Quando saí do carro, de marca bem cara, vi á minha frente uma mansão enorme. Era completamente… linda!
A minha mãe entrou comigo e levou-me até ao meu quarto. O meu quarto era simplesmente maravilhoso.
Tinha uma casa de banho com um jacuzzi, uma banheira enorme, enfim, era uma casa de banho de princesa.
O quarto tinha uma cama enorme, maravilhosa. Tinha também um tocador e várias mobílias muito luxuosas.
- Uau… Que… lindo. – Foi a única coisa que consegui prenunciar.
- É, não é? – A minha mãe pôs as mãos nos meus ombros e sorriu-me. – Estou contente por te ter de volta. – Abraçou-me.
Abracei a minha mãe de volta. A minha mãe saiu do quarto para me dar um pouco de privacidade.
Decidi ir experimentar aquela banheira enorme. Enchi a banheira com água quente, pus algum gel de duche para fazer bastante sabão.
Despi a minha roupa e entrei lá dentro. Fui um banho bastante… relaxante. Saí da banheira e fui arrumar as minhas roupas no guarda-vestidos enorme.
Bem, acabei de arrumar as minhas coisas e fui até á sala para ir ter um pouco com os meus pais. As escadas eram todas em mármore…
Quando estava a meio das escadas vi um homem muito moreno vestido com um terno. Continuei a descer as escadas quando vi o meu pai a apontar para mim.
- A minha filha, finalmente, chegou. – Disse o meu pai com um sorriso enorme.
- Olá. – Sorri-lhe, ao homem.
- Renesmee, este é o Billy o meu… sócio. – Disse o meu pai.
O tal Billy sorriu-me, muito simpático, e também me cumprimentou de uma forma bastante educada.
Depois de conversarmos um pouco os três sobre NY o meu pai levou-me até á empresa dele para eu ver o meu cargo como Directora Criativa.
Eu tinha um escritório só para mim. Tinha uma cadeira de pele e uma secretária de madeira pura!
Havia também alguns acessórios mas toda aquela luxúria saltou-me, completamente, aos olhos. Parecia que tanto luxo nunca acabava.
- Começas a trabalhar amanhã às nove da manhã pode ser? – Perguntou o meu pai.
- Claro! – Levantei-me da cadeira e abracei-me ao meu pai. – Não sei como te agradecer…
- Não tens filha. Eu adoro-te. Lembra-te disso. – Beijou a minha testa e saiu do meu escritório.
No dia seguinte acordei bem cedo. Eram umas oito da manhã. Vesti uma saia preta, uma t-shirt justa branca, um blaizer preto e calcei uns sapatos pretos de salto alto.
Alisei o meu cabelo encaracolado, maquilhei-me de uma forma simples mas sofisticada. Saí do meu quarto e fui tomar o pequeno-almoço, apenas, com o meu pai.
- A mãe? – Perguntei olhando para os talheres de prata.
- A tua mãe foi fazer umas compras para a casa. Acho que falta alguma comida, mas tu sabes o lema dela: “mais vale prevenir do que remediar.” – Brincou o meu pai.
Fui trabalhar. Bem, as primeiras horas foram um pouco… difíceis de suportar. Não havia grandes coisas para fazer.
A meio da tarde recebi então um trabalho: fazer um novo site para a empresa do meu pai. Bem, primeiro tive uma reunião com os sócios da empresa e depois então é que pude fazer algum esboço para um possível site.
____________________
Olá pessoal!
Aqui está o primeiro capítulo da nova fanfic.
Gostam?
Bjs, Melissa e comentem, por favor!

3 comentários:

¬¬¬ Jéssiee ^ ^ disse...

Adooreii! Eu quero o capitulo 2!
quando ele vem pra nós matarmos a curiosidade??
Bjs, Jess.

Melissa disse...

O capítulo 2 vai chegar rapidinho!
Bjs, Melissa

Danny disse...

amei Melissa como sempre.

=)
beijos Danny