sábado, 25 de dezembro de 2010

Solstício, Capítulo 2

Capítulo 2

Visão Renesmee Cullen

Edward entrou porta a dentro de mão dada com a humana. Sai do colo do Jacob e dirigi-me às escadas para me juntar á Rose.
- Família, esta é a Bella. – Disse o Edward. – Não precisam de esconder nada… ela sabe que somos lobos e vampiros, e uma semi-vampira. – Disse o Edward.
- Não sabes as consequências das escolhas que estás a fazer?! – Perguntou a Rosalie.
Limitei-me a não dizer nada. Talvez não tivesse muito mural para falar naquele momento mas ora o Jake é um lobo!
- Sei Rose. Seu perfeitamente. – Respondeu Edward.
Rosalie deu meia volta e foi para o quarto. Emmett disse que tinha gostado de conhecer Bella e foi atrás da Rose.
- Olá, sou a Alice. Bem-vinda á família. – Disse a Alice abraçando-a.
O Jacob, e os restantes lobos e vampiros, levantaram-se e foram até ela. Aquilo era uma estupidez.
Estavam todos de volta dela a falar com ela. Ninguém pensava que os Volturi nos podiam matar.
Os Volturi odeiam a nossa família desde que eu nasci, por causa da minha espécie, e se agora eles descobrissem isto eles matavam-nos.
- Esta é a nossa filha, ela é semi-vampira, é a Renesmee. – Disse a minha mãe.
Ainda nas escadas desviei o olhar. Dei meia volta e apenas olhei para eles com a cabeça. Bella íamos matar.
- Quando os Volturi nos atacarem eu não vou estar aqui para ver… - Murmurei.
Subi as escadas, agarrei na minha mala e fui-me embora. Não sei porquê mas o Jacob ficou a falar com a humana idiota.
Cheguei a casa, tomei um banho e fui caçar.
Visão Alice Cullen
Sentei-me no sofá, ao pé de Jacob, algo estava a vir á minha mente. Algo, muito em breve, se iria passar com a nossa família.
“ – Com que então Edward namora com uma humana… As mulheres humanas são imprevisíveis. Ela pode contar tudo á imprensa só por um bom dinheiro.” – Disse Aro. – “Vamos fazer-lhes uma visitinha com uns quantos amigos nossos…” – Disse Aro, mais uma vez, rindo-se.
- Carlisle! – Foi a única coisa que consegui fazer.
Visão Renesmee Cullen
- Amor… - Jacob beijou o meu ombro. – Esquece esta situação toda, ok? Eu tenho a certeza que não vai acontecer nada. – O Jacob voltou a beijar-me.
- Ok… - Murmurei. – O ano está quase a acabar… Vamos ter mais tempo só para nós. – Disse eu tentando esquecer aquela Bella.
Hoje, o Jacob parecia muito amigo da tal Bella e, sinceramente, incomodou-me imenso.
- Mas… diz-me. Já conhecias a Bella? – Perguntei-lhe.
- Ah, mais ou menos. A Bella é filho do Charlie, um dos sócios do meu pai. Porquê, princesa? – Perguntou beijando a minha testa.
Ok, isto está cada vez pior. Eu vi como a Bella, por momentos, olhou para o Jacob, eu sou tudo menos idiota!
- Nada… ela só olhou demais para ti, mas tudo bem. – Beijei o Jake.
- Nessie… querida, está tudo bem. Eu amo-te, só a ti. – Jacob pegou na minha mão e conduziu-me até á casa de banho.
Jacob quando pensou em comprar esta casa para nós quis por força instalar um jacuzzi na casa de banho.
Nunca pensei que alguma vez fossemos usar aquele jacuzzi mas desta vez parecia uma boa ideia.
Fui até ao quarto, apanhei o cabelo com um elástico, e despi-me. Enrolei-me numa toalha e fui ter com o Jake.
O Jacob já estava dentro do jacuzzi, sorriu-me e puxou a minha mão para entrar lá dentro. Tirei a toalha e sentei-me ao seu colo.
- Estamos quase de férias do Natal. Eu pensei que podíamos os dois, depois do Natal, podíamos ir para… Paris. A cidade do amor. – Disse o Jake.
- Estás a brincar… - Virei-me para o Jacob e beijei-o.
- Não. Seria injusto não passar o Natal com os nossos pais, por isso marquei as viagens para depois do dia de Natal, o que achas? – Perguntou-me.
- Acho uma óptima ideia! – Mordi o lábio do Jacob e beijei-o, novamente.
No dia seguinte, mais um dia naquela escola horrível, levantei-me e fui tomar um banho. Jacob só tinha estado comigo até á 00:00h a partir de aí tinha uma ronda até tarde.
Depois do tomar o meu banho fui arranjar uma roupa para vestir. Vesti um vestido, umas leggins por baixo dele, calcei umas sabrinas e vesti um casaco por cima.
Quando estava a descer as escadas vi o Jake a chegar a casa. Abracei-me a ele e dei-lhe um beijo.
- Vamos tomar o pequeno-almoço? – Perguntei.
- Vamos. – Disse ele.
Depois disso tudo fui para a escola com o Jake. Quando chegámos á escola os meus irmãos já lá estavam, bastante nervosos.
- O que se passa? – Perguntou o Jacob.
- Volturi. Eles vêm matar a Bella. – Respondeu a Alice. – Também nos querem matar de uma vez e… eles vêm trazer um pequeno exército. – Disse a Alice.
Tivemos de fingir que estava tudo bem. Depois das aulas tivemos uma conversa enorme. Carlisle disse que teríamos de lutar.
- Caso tudo isto mude nós teremos mesmo de lutar. Vai ser uma luta feia, temos de proteger a Bella. – Disse o Carlisle.
- Ela não me é nada! Vamos matar-nos! – Exclamei.
Uma semana depois fui convencida que tinha de entrar naquela luta para conseguir proteger o Jake.
Os Volturi não vieram, apenas algumas tropas do clã. Um vampiro veio na minha direcção com os olhos vermelhos.
O vampiro ia dar-me um soco mas eu abaixei-me. Sem querer caí no chão. O vampiro agarrou em mim e lançou-me contra uma árvore.
A minha cara ficou ferida e as minhas mãos também. O Paul, na forma de lobo, salvou-me. Agarrou no vampiro e começou a destroça-lo.
Ouvi um grito, ou melhor algo a ganir. Era o Jake, um vampiro estava a morde-lo. O Seth foi salvar o Jake enquanto a minha família correu para ele.
Jacob já estava no chão, na forma humana e a, quase, gritar de dor. Tudo isto por causa da Bella!
- Jacob! – Fui a correr para o Jake.
O Emmett agarrou-me e não me deixou passar para ao pé do Jake. Quase uma hora passou e foi só ai que eu pude entrar em casa do Billy para ver o Jake.
- Ele está bem? – Perguntei.
O meu pai olhou-me.
- Querida, o Jake foi mordido e partiu umas quantas costelas. Eu, felizmente, consegui retirar-lhe o veneno mas mesmo assim ele está com muita febre. E temos de tratar de ti. – Disse o meu pai olhando para as minhas feridas.
- Concordo querida. Para tratares do Jake tens de cuidar de ti primeiro. – Disse o Billy.
O meu pai levou-me até a casa dele. Teve que pôr uns pensos rápidos que eram um género de pontos.
A minha mão também estava um pouco magoada por isso teve de me pôr uma ligadura. Saí de casa com o meu pai e fomos então ver do Jacob.
Quando cheguei ao quarto onde estava o Jake a Bella estava ao pé da cama a pedir-lhe desculpa.
Sê simpática, Nessie. – Pensei para mim.
- Oh, olá Nessie. – Disse a Bella.
- Olá… - Murmurou o Jake.

_______________
Olá meninas!
Que tal? Gostaram?
Então comentem, por favor. Já há uns bons dias que nós aqui no blog que não recebemos nenhum comentário :(
Comentem...
Bjs, Melissa

2 comentários:

¬¬¬ Jéssiee ^ ^ disse...

A Bella vai causar belos problemas (eu acho)...
Estou louca pra ver o próximo!
Bjs, Jessie. :*

Danny disse...

gostei e muito Melissa bom estou anciosa pelo proximo capitulo.
beijos Danny