sábado, 30 de outubro de 2010

2º Temporada Eterno Amor, Capítulo 1


Capítulo 1 – Pedido de casamento
Renesmee Cullen


- Renesmee. – OMG! Pela primeira vez na minha vida que Jacob chamou de “Renesmee”. – Eu estive a pensar tanto na nossa relação e… - O meu coração acelerou, sentia-me cheia de medo das palavras de Jacob. – Queres casar comigo? Quase me perdes-te e ao mesmo tempo quase te perdi e posso te perder a qualquer momento por isso daí a pergunta.
O meu mundo estava, oficialmente, de e pernas para o ar mas num bom sentido. A minha vida iria mudar, disso eu tinha a certeza.
Olhei para a cara de sustado do Jake com a potencial resposta negativa que eu nunca iria dar.
A coisa que eu mais queria era dizer que o amava e que queria ficar com ele mas a alegria dentro de mim era tanta que eu precisava de assimilar tudo para conseguir dar uma resposta.
- Então…? – Perguntou o Jacob.
As lágrimas, de alegria, começaram a cair levemente pelos meus olhos. O meu queixo termia.
- Nessie, ouve-me, eu não te pressionar a nada. – Disse o Jacob agarrando nos meus braços.
- Não percebes, amor! É a pergunta mais maravilhosa e simpática que alguém alguma vez me fez. – Abracei-me ao Jacob e beijei-o.
- Isso é um “sim”? – Perguntou.
- Não Jake. É um “claro”. – Respondi.
Encostei a minha cabeça ao seu peito quente. Não conseguia sequer esperar por uma coisa em especial: a minha lua-de-mel.
Talvez esteja a ser perversa mas eu só quero ficar ao pé do meu bebé grande como naquela noite.
- És o melhor homem do mundo e talvez o mais corajoso por pedir uma semi-vampira em casamento. – Olhei-o. – Sabes que um casamento é uma coisa muito séria, uma coisa que dura para a toda a vida, e tens de ser fiel. – Disse eu.
Jacob deitou-nos aos dois no chão, apoiou-se no braço e olhou nos meus olhos.
- Eu primeiro quando pensei que num casamento, como o nosso, seria para toda a eternidade. E segundo, podes ter a certeza, que eu só te quero a ti vampirinha maluquinha. – Jacob beijou-me.
Há quem ache que casar aos 18 anos é um grande erro eu também antes de começar a namorar com o Jake achava isso mas agora casar parece a melhor coisa do mundo.
Unir-me á pessoa mais especial de tudo o mundo parecia o certo a fazer neste momento da minha vida.
No dia seguinte acordei, tudo parecia um sonho feliz e…simplesmente maravilhoso e muito perfeito.
Abri os olhos e vi a minha mãe ao pé do meu closet a arrumar umas roupas e a arrumar uns sapatos.
- Bom-dia mãe. – Saudei.
Ela parou de arrumar e sentou-se na minha cama.
- Olá coisa linda. – Ela sorriu. – Queres-me contar alguma coisa? – Perguntou-me.
Ontem quando cheguei a casa tinha tanto sono que nem consegui contar á minha mãe a grande noticia.
- E se eu te mostrar? – Perguntei.
Ela bateu palminhas e esticou a mão, com um enorme sorriso, para eu lhe mostrar a noite anterior.
A minha mãe sorriu e logo a seguir ficou com uma cara triste.
- Mãe, o que se passa? – Perguntei.
- Eu estou tão feliz por ti mas saber que a minha bebé vai sair de casa e casar-se. Cresces-te tão depressa que parece que não passei tempo nenhum contigo. – Disse a minha mãe.
Se ela pudesse chorar a esta hora já estava a fazer uma piscina ali no meu quarto. Abracei-me a ela.
- Mãe, tu és e sempre serás a melhor mãe do mundo, estives-te sempre comigo e não penses que aqui a tua filha chata vai deixar de te visitar e chatear! – Brinquei com ela.
- Espero que sim! – Exclamou a minha mãe.
- Mas mãe, eu preciso de ti porque tenho medo. – A minha mãe ficou confusa. – Não tenho medo de uma vida com o Jacob, tenho medo de falhar. – Expliquei.
- Tu nunca vais falhar em nada, eu sei que às vezes ficamos assustadas mas vai correr tudo bem. E devias ter medo da tua tia. Ela vai fazer o casamento do ano. – Disse a minha mãe.
Aquilo fez-me sorrir e ficar mais confiante em relação á minha vida com o meu noivo! Agora o meu maior obstáculo não era o medo da minha vida com o Jake, a festa que a Alice iria dar mas era sim o meu pai.
Quando ele soubesse que eu ia casar com um inimigo natural dele o mais provável é que eu iria ficar presa numa cadeira amarrada com umas correntes de aço e fechada numa cave.
- Tenho medo do pai… - Disse eu.
- O Jacob falou comigo por causa, daí que sei do vosso noivado. Ele disse-me que esse era o medo dele também, mas eu falo com o teu pai e vai tudo ficar bem. – A minha mãe beijou-me o alto da cabeça. – Agora tens aulas e o teu noivo lá fora no carro á tua espera.
Sorri. Saí da cama e fui-me vestir para mais um dia irritante de aulas, saí de casa, muito chateada por ter de ir para as aulas.
Entrei no carro e beijei o meu noivo.
- Eu queria oficializar as coisas, por causa do senhor Edward Cullen, por isso toma. – Jacob passou-me uma caixinha azul para a minha mão.
Abri. Tinha um anel lindo, maravilhoso simples, como eu gosto, mas lindo a coisa mais linda que já vi.
- A Alice perveu que ias gostar dele. – Disse o Jacob.
- Ela perveu bem, meu amor. – Respondi com um beijo.
Seth Clearwater
Fui buscar a Rubi a casa dos Cullen para a levar á escola. O Jake queria dar á Nessie o anel de noivado por isso queria mais…privacidade.
Quem me abriu a porta foi o meu melhor amigo vampiro, Edward. Ele sorriu e deu-me um abraço.
- Vens buscar a Rubi, certo? – Perguntou.
Abanei a cabeça em sinal que sim. Sentei-me ao seu lado e ele olhou-me um pouco preocupado.
- A Nessie vai mesmo casar com o Jacob não é? – Perguntou-me.
- Sim. – Respondi.
- Eu só quero ver a Nessie feliz, e sei que ele a vai fazer feliz. Achas que ele vai dar um bom marido? – Perguntou-me.
- Quanto a isso acho que a Nessie está bem entregue, não te preocupes. – Respondi.

___________

Gostaram? Bjs, Melissa

2 comentários:

livia luz -(fã úmero 1 da saga) disse...

olha ñ é por mal ñ mais eu gostei só um pouquinho , pq as coisas acontesseram muito rapido nesta historia
mas eu queria saber tbm quem é rubi, comecei a ler agora e ñ sei quem é , é outra filha do edward e da bella?
bjos livia -(fã número 1 da saga).

livia estrela disse...

olha amei so queria saber si isso ta no livro de amanheçer parte 2 bjs amei linda