domingo, 17 de outubro de 2010

My WereWolf, Capítulo 2


Capítulo 2 –
Visão Renesmee Cullen


Entrámos no restaurante. A nossa situação era difícil, estupidamente, eu sentia que o Jacob podia estar a escorregar pelas minhas mãos.
Será que já passou a parte em que me ria de todas as parvoíces que o Jake dizia? Eu não quero que isso aconteça…
- Eu prometo que vou tentar não ir… - Disse o Jake.
- Não, nem penses! Afinal é o teu trabalho, tens de o fazer. És Alpha. – Disse eu.
Já me estou a sentir um pouco culpada por o Jake se estar a sentir assim… Uma semana passou e eu e o Jake falámos, quase, todos os dias.
Alguém tocou á porta, abri. Era o Jake, estava tão feliz por o ver, de novo!
- Como foi a tua semana? – Perguntou-me.
- Hum… O mesmo…a mesma rotina. – Disse eu.
Ficámos um pouco á conversa, o Jacob foi tomar um banho e dormir um pouco. Ok, mais uma vez fiquei eu sozinha na sala.
A campainha da porta tocou, abri-a e vi o Seth. Sim, ele, pelo menos, fazia-me alguma companhia mesmo como ele tendo a alcateia.
- Ei. – O Seth sorriu-me. – Estás sozinha? – Perguntou-me.
- Mais ou menos. – Suspirei. – O Jacob chegou e foi dormir. – Suspirei de novo.
O Seth fez cara de “lamento”.
- Sabes? Vamos falar para o jardim. – Fechei a porta e levei o Seth para o jardim. Sentámo-nos numa espreguiçadeira.
- Sabes, eu acho que a impressão é uma grande porcaria… Acho que só faz um género de ilusão, sabes? – Comecei a desabafar.
- Nessie, estás tão enganada! Ter um lobo em casa é difícil, pelo que diz a minha mãe, e tens de dar um desconto. Namoras com um Alpha, ainda por cima, por isso é tudo tão difícil mas depois passa. – Respondeu o Seth.
Encostei-me muito mais na espreguiçadeira e suspirei.
- És o melhor amigo do mundo… - Murmurei.
- Eu sei! Estou a brincar, mas é bom saber isso. – Disse o Seth.
- Então meu? – Ouvi o Jake atrás de nós.
Saí dali, para os deixar falar, e fui para o meu quarto. Já era quase de noite quando o Seth foi embora.
- Podemos falar? – Perguntou o Jacob.
- Sim… - Sobre o que é que ele quer falar?
Ah, já sei. “Renesmee, vou sair mais uma semana…” diz uma má imitação da voz do Jake na minha cabeça.
Sentei-me em cima da cama a olhá-lo com atenção. O Jake sentou-me ao meu lado e olhou-me, também.
- Sê sincera comigo, por favor. – O Jake suspirou. – Gostas do Seth? – Perguntou-me.
A sério, morri! Deitei-me em cima da cama a rir-me á gargalhada. Eu e o Seth? Oh meu deus, nem morta!
- NESSIE! – O Jake deu um grito. – Responde, se fazes esse favor. – Disse o Jake.
- Oh meu deus, Jake… A sério, amor, foi um bocado bem passado. Mas agora a sério, eu não gosto dele. Somos amigos desde pequenos e foi ele me fez que as pessoas deixassem de me humilhar quando fiquei sem calças na aula de Educação Física. – Respondi.
- Ficas-te sem calças? – O Jake estava confuso.
Deitei-me em cima da cama e ele deitou-se ao pé de mim.
- É uma longa história… - Nem me quero lembrar dessa história! – Mas…temos de falar de outra coisa.
A questão agora é da nossa relação. Quase nenhum de nós fala com o outro, quase nunca estamos juntos.
- Tenho saudades de estar contigo, como era antes. Como quando andas-te atrás de mim até que eu te beija-se ou que namorasse contigo… Percebes? – Perguntei.
Ele sorriu e virou-se para mim.
- Subestimei-te. Eu amo-te, muito mas para mim, às vezes, não é nada fácil ficar longe de ti… - O Jacob juntou-se mais a mim. – Mas sabes nós podemos, se tu quiseres, ir de férias. Os rapazes aguentam uma semana sem mim e as tuas irmãs também aguentam uma semana sem ti. – O Jake beijou-me.
Saltei para cima da cintura do Jacob e olhei-o. Primeiro, se ficamos de férias para ficar em Forks e ele a ter de ir sempre a ver como os amigos dele estão então eu não saio daqui!
- Jake, eu sei como vai ser… Tu vais te arrepender e vai a correr para ao pé dos teus amigos. – Respondi.
- Quem disse isso? Eu estive a pensar e podíamos viajar. O que achas? – Perguntou o Jake.
- SIM! SIM! Vamos, meu amor! Só eu e tu. – Beijei-o.
O Jake beijou-me e passou-me para baixo de si. Olhou-me nos olhos e beijou-me com amor.
Agarrou na minha t-shirt e puxou-a, levemente, para fora do meu corpo. O Jake, como habitual, andava sempre sem t-shirt por isso foi fácil despi-lo.
Entre nós o amor é muito mais… é mais amarmo-nos um ao outro, gostarmos ainda mais um do outro…
De manhã, quando acordei, o Jacob não estava na cama. Saí de cima da cama e vesti-me.
Desci as escadas e fui até á cozinha e lá estava o Jake. Ele estava a acabar o pequeno-almoço.
- Olá, princesa. – O Jake deu-me um beijo na testa e abraçou-me com o abraço de urso dele.
Passei as minhas mãos pelas costas quentes e cheias de músculos do Jake. Encostei a cara no seu ombro e inspirei o seu perfume.
- Hoje levantei-me cedo… - Interrompi o Jake.
- Jacob! Meu deus, to tens o horário da tarde no emprego do teu pai e mesmo assim não te consegues levantar cedo, e hoje levantas-te. - Gozei.
O Jake odeia levantar-se cedo, ele fica sempre na cama até quase às onze da manhã.
- Nessie! Não, mas toma. – O Jake passou-me para a mão um envelope.
Abri-o e vi dois bilhetes de avião para Tenerife. Tenerife é uma ilha no Arquipélago das Canárias.
Eu amo aquela ilha, já lá fui uma vez com o Jake mas fomos só dois dias porque ele ia em trabalho.
- Jake…eu… - Ok, eu não sei o que dizer.
- Gostas? Bem, eu achei que duas semanas ia ser óptimo por isso pedi ao meu pai duas semanas, e como agora os nossos pais trabalharam juntos pedi ao Carlisle e ele deixou. – O Jake sorriu.
Ah pois é… O meu pai decidiu fazer com o Billy uma sociedade não sei do quê, mas eu não estou muito a par disso.
- Agora vou vestir-me para ir trabalhar. Porque sim, a minha vida não é como a sua. Andar a ver roupas a toda a hora. – Disse-me o Jake a brincar.
Dei uma gargalhada e beijei-o.
- Amo-te… - Murmurou o Jake.
- Eu também, querido. – Respondi.
____________________________________
Espero que tenham gostado!
Comentem POR FAVOR!
Bjs, Melissa

2 comentários:

Jeanette disse...

Amei a fanfic tá cada vez melhor... Ps mudei meu nome ele Agora não é mais Jenny

Melissa disse...

Obrigada :D
É muito bom saber que alguém gosta das minhas fanfic's!
Bjs, Melissa e obrigada por comentar!