sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Fanfic - Amor Eterno.

Capitulo 2 - A surpresa misteriosa.

    Tomei um banho e depois que sair do chuveiro, tentei ouvir daqui de cima, alguma coisa lá de baixo sobre a tal surpresa. Mas não consegui nada! Um fracasso total! E o pior de tudo: quando fui me vestir, vi que minha mãe pegou para mim um suéter super brega e uma calça jeans. Não tenho mania de vestir aqueles tipos de roupas, mas de vez em quando guardo por precaução. Acho que peguei a mania da tia Alice, hihi. Mas sinceramente, quem não ama moda? rsrs
    Para acabar com alguns pensamentos negativos (estava imaginando todo mundo rindo de mim, vestindo aquilo), me enrolei em uma toalha e sair do banheiro a procura de roupas melhores do que um simples suéter e uma calça jeans. E encontrei o que procurava, peguei um vestido preto e por baixo coloquei um legging branco e calçei um All Star. Depois de arrumar o banheiro (pois eu fiz uma bagunça), fui arrumar minha cama e depois de terminar, desci lá em baixo, e encontrei meu pai, sentado no sofá, assistindo a um jogo de beisebol.
    _ Bom dia, papai! - tentei ser simpática, pois nestes dias estou em um mau humor daqueles..
    _ Bom dia, Renesmee! - ele disse, agora ele não me chama mas de Nessie, porque eu criei uma regra proibindo de que todos da familia não me chamassem de Nessie, nessas semanas. Porque eu estava de mau humor. 
    _ Aonde está a mamãe? - perguntei.
    _ Está na varanda, conversando com uma pessoa. - ele respondeu.
    _ E a tal surpresa tem haver com essa ''pessoa''? - perguntei novamente.
    _ Sim. Seja feliz, filha. - disse ele sorrindo.
    Achei estranho o modo como ele falou comigo.. ''Seja feliz, filha.''? Não entendi. Mas estou nem ai. Fui direto para a varanda, sem se importar na minha alimentação, pois eu estava morrendo de fome.
    _ Sei que está com fome, Renesmee, mas a surpresa pode esperar. - Minha mãe parou na minha frente.
    _ Não, mamãe. Surpresas não se podem esperar. - respondi de volta.
    _ Renesmee, podem sim. - ela disse.
    _ O que foi? Querem me matar de curiosidade, é? - gritei, furiosa.
    _ Pare de gritar com sua mãe, Renesmee. - de repente meu pai chegou da sala e disse.
    _ Desculpa, mamãe. - me desculpei e fui pra cozinha me alimentar. Depois de 5 minutos, já tinha terminado tudo, nem engoli direito, mas eu estava super curiosa para saber qual era a surpresa. Então, agora sim, corri para a varanda e ninguém me impediu. Até que eu vi a sombra de um homem, alto, moreno e musculoso na varanda, ele parecia está a minha espera.
    _ Oi? - eu disse, super curiosa.
    _ Olá, Nessie. - disse o homem, como ele sabia o meu nome? A voz dele era grossa, mas ao mesmo tempo fina. E então, ele se virou e eu vi o rosto dele.
    _ Não acredito! - exclamei.

Comentem (:
By: Caah :*

Sem comentários: