domingo, 5 de setembro de 2010

Capítulo 5 - Eu e tu, meu amor


Capítulo 5 – Acordei…
Jacob


Sentei-me no sofá com a Rachel.
- Desculpa…eu sei que fui ingénua mas eu gosto mesmo dele…como tu gostas da Renesmee. – Disse a Rachel.
Agora não o que dizer. Ninguém consegue amar mais a Nessie do que eu e isso é uma verdade mas se a Rachel gosta mesmo do Paul, o que posso fazer? Ainda por cima sou mais novo que ela…
- Ok, mas desde que ele te trate bem. – Murmurei.
Ela sorriu e abraçou-me.
- A Nessie já agora? – Perguntou.
Pois, tenho a certeza que o Paul não contou nada á Rachel para que ela não se enervasse demais por causa do bebé.
- Ah pois…eu também ainda não percebi exactamente o que aconteceu mas ela está no hospital. – Disse eu.
Pouco tempo depois fomos os dois para o hospital onde o Edward nos tentou explicar pelo menos o que tinha ouvido na mente da Nessie.

Bella

- Edward, Bella? Podem chegar aqui? – Perguntou o Carlisle.
Saímos para fora do quarto de hospital da Renesmee ficámos no corredor com o Carlisle. O Edward fechou os olhos.
Algo se passava de pior com a minha filha…
- O que se passa? – Perguntei.
- O caso está sério, e complicado, eu não vos vou mentir: nem eu que sou médico á muitos anos não sei o que fazer. – Disse o Carlisle.
Eu não quero perder a minha filha, não quero mesmo! Ela é a minha bebé e minha menina e perde-la seria horrível e não seria um pesadelo só para mim.
- Acham que devíamos transforma-la? – Perguntei.
O Carlisle olhou para mim e depois para o Edward.
- Nem penses! – Gritou o meu marido em direcção ao quarto da Renesmee.

Jacob

Mais uma semana passou lentamente e a Nessie ainda não tinha acordado mas já haviam alguns sinais de melhoras.
De qualquer das maneiras a Alice passava o tempo dela a enfeitar o quarto da Nessie para quando ela acordasse, a Rosalie e eu não discutíamos mas acho que só por causa do estado da Nessie.
O Jasper apenas entrava ali para ver a Nessie e acalmar os nossos humores, o Emmett entrava para gozar com as decorações da Alice e claro ver a Nessie.
A Bella estava cada vez pior, era capaz de jurar que ela até estava a perder a cor dos lábios e o Edward também.

Renesmee

Senti algo dentro de mim que me fazia abrir os olhos e respirar. Abri os meus olhos lentamente e vi a tia Rosalie a falar com o avô Carlisle.
- Tia… - Murmurei sem forças para falar mais alto.
- Princesinha, oh meu amor. Eu não acredito acordas-te meu bebé grande. – Dizia a Rosalie muito feliz.
O Carlisle examinou-me e disse que eu precisava de muito descanso e poucas visitas, aliás as minhas visitas tinham acabado quando piorei.
Agora eu estive quase um mês assim a piorar, a melhorar e depois a piorar eu quero saber o que o Jake andou a fazer.
- Tia…Chama o Emmett. – Pediu á Rosalie.
A Rosalie saiu e o Emmett entrou.
- Minha bebé grande, ainda bem que acordas-te. – Disse ele.
- Emmett! Eu preciso que me faças um favor: primeiro aonde é que o Jacob andou enquanto eu dormia? – Perguntei.
O Emmett sorriu e sentou-se numa cadeira ao meu lado.
- Bem, ele foi a casa, tomou banho, dormiu um pouco, voltou…basicamente esteve sempre aqui. – Respondeu o meu tio.
- Segundo, preciso que o persigas. Eu quero saber onde é que ele anda e com quem é que ele anda. – Pedi.
- Ok sobrinha, eu prometo que faço isso. – Disse o Emmett em direcção á porta.
Uns minutos depois cai no sono e adormeci. Acordei cansada, ouvi umas vozes. Voltei a fechar os olhos e quando os abri vi o amor da minha vida.
- Olá princesinha. – Murmurou o Jacob com um beijo na minha face.
- Olá Jake. - Sorri.
- Como te sentes? – Perguntou-me.
Fechei os olhos e voltei a abri-los. Estava dorida, cansada mas sem dores apenas de cabeça…mas estava mesmo cansada.
- Quando saio daqui? – Perguntei.
- Daqui a pouco tempo meu bebé. – Respondeu o Jacob.
Dois meses depois:
Já estava bastante melhor, porém o Jacob não tinha paciência para ir caçar vampiros com os lobos.
Emmett tem andado a persegui-lo quando ele não está em casa e parece tudo bem.

Claire

O Quil foi tomar banho e eu sentei-me no sofá a ver um pouco de televisão. A Amy, prima do Quil que me odeia, sentou-se ao pé de mim a suspirar.
- O que foi?! – Perguntei rudemente.
-Nada, ah diz ao Quil que estou na floresta a falar com uma pessoa. – Disse a Amy em direcção á porta.
- Oh! Espera, vais falar com quem? – Perguntei.
- Jacob. – Disse com um sorriso sínico.
O quê?! Bem é melhor ficar aqui sentada para ver o que vai acontecer entre tanto. Pouco depois o Quil desceu e perguntou pela Amy.
- Foi ter com o Jake amor. – Respondi.
- Anda, vai haver porcaria. – Disse o Quil pegando na minha mãe.

Renesmee

Saí de casa directa a La Push onde me ia encontrar com o Jacob para irmos os dois almoçar os dois sozinhos. Só nós.
Saí do carro e vi a Amy agarrada ao Jacob a dar-lhe um beijo.
- Jake… - Murmurei.
- Deixa-me idiota! – Exclamou o Jacob empurrando a Amy contra uma árvore.
As lágrimas caíram pelos meus olhos em alta velocidade. Como é que o Jacob me podia enganar?!
Bjs Melissa e peço desculpa pelo atraso

Sem comentários: